SEARA DA CIÊNCIA

A ORIGEM DA VIDA


Como e onde começou a vida? Qual foi o mecanismo que transformou, em algum instante do passado, um pedaço de matéria inanimada, morta como um tijolo, em um microscópico ser vivo capaz de se alimentar e se reproduzir?

Com o risco de perder alguns leitores logo no segundo parágrafo, informamos que ainda não existem respostas definitivas para essas perguntas. Entretando, não temos a menor dúvida de que vale a pena conhecer um pouco do que já se sabe e do que já foi descoberto nas pesquisas que buscam essas respostas. Primeiro, porque esse é um dos temas mais excitantes da ciência, com implicações filosóficas, existenciais e religiosas. E depois, conhecer o que se sabe (e o que não se sabe também) sobre tão palpitante assunto é útil para se poder acompanhar com mais interesse e proveito intelectual o avanço da pesquisa que, a cada dia, traz mais novidades.


A geração espontânea. Seres vivos formados diretamente da matéria em decomposição. Até que Pasteur acabou com a farra.

Os pioneiros: Oparin e Haldane. Da Terra estéril aos primeiros seres vivos.

A primeira experiência de Stanley Miller. Será que foi assim que começou?

A panspermia. Somos todos extra-terrestres?

A segunda experiência de Stanley Miller. A vida que saiu do frio.

O ouro dos tolos na formação das primeiras células vivas.

Onde está todo mundo? A busca pela vida fora da Terra.

Perspectivas. Afinal, quando teremos uma resposta?