J. Maurício O. Matos

    SEARA DA CIÊNCIA
    FÍSICA
    Arthur C. Clarke:
     Ciência e Ficção Científica

Arthur C. Clarke junto com Isaac Asimov talvez sejam, até hoje, os maiores escritores de ficção científica que conhecemos. Seguem uma linha diferente dos escritores de ficção científica social, que tem como expoentes H. G. Wells, Aldous Huxley e Yevgeny Zamyatin. Com formação acadêmica em campos da ciência, seguiram a tradição de um dos pioneiros do gênero, Edgar Alan Poe, usando conceitos e resultados científicos na composição de suas histórias.

Isaac Asimov (1920-1992), imigrante russo, (sua família mudou-se para os Estados Unidos em 1923) escreveu centenas de livros de ficção e divulgação científica. Formou-se em química na Universidade Columbia em 1939. Em 1940 Asimov cria as Três Leis da Robótica, citadas pela primeira vez nos contos Robbie e Razão. Em 1948, conclui o doutorado em bioquímica pela Universidade Columbia e desenvolve uma carreira brilhante como pesquisador e escritor.

Arthur Clarke nasceu em 16 de dezembro de 1917 em Minehead, Sommerset, na Inglaterra. Em 1930, já com interesse em ciência, ele monta seu primeiro telescópio e junto com seu tio George constrói um transmissor de ondas. Em 1936, muda-se para Londres e começa a participar ativamente da Sociedade Interplanetária Britânica (BIS), onde desenvolve experimentos em Astronáutica e temas envolvendo tecnologia espacial e comunicações. Em 1941 alista-se na Royal Air Force (RAF), a força aérea inglesa. Durante a segunda guerra mundial, como oficial, participa da montagem do primeiro radar instalado na Inglaterra. Essa experiência foi publicada posteriormente em seu romance Glide path. Em março de 1945, escreve Rescue party, publicado em maio de 1946 na revista Astounding Science. Ainda em 1945, publica um artigo na revista Wireless World, com o título Extra-Terrestrial-Relays, considerado como a base teórica para as órbitas dos satélites de comunicação. No artigo, descreve detalhadamente os satélites geoestacionários e as fontes de energia para os mesmos.
Em 1946, com quase 30 anos, recebe uma bolsa de estudos no King's College em Londres e conquista o título de primeiro aluno da classe em física e matemática. Gradua-se em 1948. Em 1952, torna-se escritor profissional.

Em abril de 1964, em Nova York, Clarke conhece o diretor de cinema Stanley Kubrick. Os dois começam a trabalhar no roteiro do filme de ficção científica 2001: Uma odisséia no espaço, baseado no conto A sentinela, de Clarke. O filme de Kubrick ficou pronto em 1968, consumiu 10,5 milhões de dólares e elevou o padrão dos filmes de ficção científica. O filme é hoje considerado como uma das poucas produções do gênero que é também uma obra de arte.

Mais de cinqüenta anos depois de publicado Extra-Terrestrial-Relays, os satélites artificiais tornaram-se essenciais na economia globalizada. É impossível pensar em televisão e telefonia sem eles. Movem uma poderosa indústria que em 2004 envolveu a quantia de US$ 103 bilhões.

Com quase uma centena de publicações e mais de 100 milhões de exemplares impressos no mundo, Arthur Clarke ainda escreve e participa de conferências via satélite, da sua residência no Siri Lanka.

Nas notas seguintes, discutiremos os aspectos físicos das órbitas estacionárias, que são bastante simples, necessitando somente do conhecimento da lei da gravitação e da segunda lei de Newton.


Satélites - Órbitas circulares.

Satélites geoestacionários.